O Sono do Bebê

  • Categoria Pai: Falando de...
  • Saúde
  • 131
Nós humanos temos a tendência de reclamarmos, mas temos uma grande dificuldade de mudarmos.
Fazer seu filho dormir a noite inteira, exige uma boa dose de paciência e MUDANÇAS DE HÁBITOS, que muitas vezes nem percebemos que praticamos. Por isso, tornaram-se hábitos.
E esse trabalho tem que ser em conjunto.
Vai dar certo na primeira noite?
Provavelmente não, seria quase como ganhar na loteria, mas o foco de que o processo resultará em sucesso de noites bem dormidas, será o primeiro passo para que tudo entre nos "conformes".
Então vamos lá. Eu cacei várias dicas na internet e obviamente associei a minha experiência (3 filhos e 4 netos), para fazer um apanhado do que considerei prático e lógico, pois existem obviamente, práticas das mais variadas e até loucas pela web - risos.
  1. Gaste a energia do seu filho durante o dia. Sejam bebês, crianças ou adultos, o ser humano precisa gastar energia, que todos temos e as crianças mais ainda. Tente não deixar seu filho ficar apenas deitado ou no colo o dia inteiro. Existem atividades para todas as faixas etárias (para bebês muito novinhos as atividades são feitas com nosso auxílio, como as massagens, ioga e natação para bebês) e em breve, falarei um pouco sobre massagem Shantala e as maravilhas que ela pode fazer pelo sono e relaxamento do seu bebê.
  2. Escolha um horário, por exemplo, entre as 19 e as 19:30h e faça disso um hábito. Os médicos dizem que bebês dormem mais profundamente entre as 20 e 0h, então aproveite e tente colocá-lo para dormir próximo a este horário, sempre na mesma hora.
  3. Ele deve estar alimentado e já ter "arrotado", mas não coloque-o imediatamente após a alimentação no berço. Os médicos dizem que por estarem com o estômago cheio os bebês ficam sonolentos, mas este sono é instável, não profundo. Tente logo após a alimentação, enquanto coloca seu bebê para arrotar, cantar uma canção, falar com ele calmamente, para que ele consiga dormir mais profundamente, por mais horas seguidas.
  4. Verifique se seu filho está limpo e sequinho, afinal ninguém vai conseguir dormir profundamente se a fralda estiver suja.
  5. Coloque seu filho em um ambiente calmo, tranquilo e na penumbra (não precisa ficar totalmente escuro).
  6. De preferência, coloque-o para dormir sozinho, mas deixe-o sozinho só após ele pegar no sono. Não vai adiantar você largá-lo no berço sozinho, achando que uma hora ele irá dormir. Faça dessa hora um prazer e não um castigo.
  7. Música ambiente, baixinha é uma ótima auxiliar nessa tarefa. Acalma, relaxa, cria momentos nas memórias do seu filho e ajuda seu filho a dormir. E, às vezes, a gente cai no sono junto - risos!

As dicas acima são para bebês, até uns 2 anos de idade.
Se o seu filho já é mais velho e tem dificuldade de dormir, nesse caso, talvez você precisa ser mais enérgica, sem criar traumas, mas ter um pulso firme sobre a hora de deitar, proibir brincadeiras "excitantes" antes de dormir, reduzir o uso do celular na parte da noite, isso tudo poderá ajudar seu filho a dormir melhor.
Sei que não é fácil, mas a única forma de conseguirmos resultados é tentando.

Pense sempre que:

  1. Nenhuma criança é igual.
  2. Nem todos dormem melhor a noite.
  3. Pessoas diferem na quantidade de horas que precisam, para ficarem bem.
  4. Ficar irritadiço, sem conseguir dormir, sono muito agitado, podem ser sintomas de outros quadros, inclusive o nascimento dos dentes, que mesmo antes de nascerem, já podem incomodar demais o seu bebê.
  5. Ser diferente não significa que tem algo de errado com seu filho, mas se você notar que realmente algo não está bem, levo-o ao pediatra e relate o que está lhe afligindo.

Marcia, a PapaMamãe

Que tal ler um ótimo livro sobre isso e saber mais ainda sobre o sono do seu bebê?

 

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…